Primeiro, não cause danos: repensando nossa abordagem à intubação no trauma

Share

Escrito por Zaf Qasim O gerenciamento das vias aéreas como a primeira prioridade tem sido a espinha dorsal da ressuscitação há anos. “Aborde A primeiro, antes de passar para B e C”, é o que aprendemos e o que ensinamos a sucessivas gerações de alunos. Para equipes clínicas adequadamente treinadas, tanto intra ou pré-hospitalares, a conclusão de “A” pode muito bem significar realizar uma intubação em sequência rápida (ISR). Desde o seu início, na década de 1970, houve uma evolução…

0
Read More

Revisão para o Board: Emergências de Verão

Share

Questão: Homem, 20 anos, se apresenta ao departamento de emergência com queixas de mal-estar, náuseas e escurecimento da urina após ter iniciado prática de cross fit nos últimos 5 dias. Sinais vitais: T: 36,6°C  FC: 120bpm  PA: 110x70mmHg  FR: 20ipm StO2: 98% em ar ambiente. O paciente aparenta estar cansado e com dor muscular difusa, mas com compartimentos moles. Além disso, apresenta urinálise com presença de hemácias 2+. Qual o próximo exame mais importante para auxiliar no tratamento imediato desse…

0
Read More

Protocolo START para Triagem de Múltiplas Vítimas

Share

Tradução: Thiago Mont Revisão: Mateus Araújo Dica rápida: Protocolo START para triagem (RPM – 30/2/obedece ordens) Se você é como eu, você aprecia o valor dos sistemas de triagem na medicina de emergência e no cuidado pré-hospitalar, mas acha difícil lembrar os componentes de cada um. O protocolo de triagem START (Simple Triage And Rapid Treatment, isto é, triagem simples e tratamento rápido) foi pensado para rápida avaliação em incidentes com múltiplas vítimas, categorizando-as em quatro categorias de cores que…

0
Read More

Fraturas de Diáfise do Fêmur

Share

Definição: Fratura da porção média do fêmur, a qual se estende do trocanter menor até os côndilos femorais. Mecanismo: População jovem: traumas de alta energia, como acidentes de trânsito, queda de altura e ferimentos por arma de fogo.  População idosa: traumas de baixa energia, como queda da própria altura (Egol 2014). Epidemiologia: Incidência de 37,1 por 100 mil pessoas-ano nos Estados Unidos (Arneson 1988). Ocorre mais comumente em homens jovens, entre 15 e 24 anos, e em mulheres maiores de…

0
Read More

Troponina de alta sensibilidade na avaliação de pacientes com suspeita de síndrome coronariana aguda: um ensaio clínico controlado tipo stepped wedge, randomizado por clusters

Share

Questão Clínica Em pacientes que se apresentam ao Departamento de Emergência com suspeita de síndrome coronariana aguda (SCA), o uso de um exame de troponina de alta sensibilidade reduz o risco de um infarto do miocárdio subsequente ou a morte cardiovascular aos 12 meses quando comparado com o uso de um teste padrão de troponina? Contexto Apesar do uso disseminado de biomarcadores para lesão miocárdica, os pacientes com síndrome coronariana aguda com prognósticos significativo ainda recebem alta do Departamento de…

0
Read More

Encefalopatia de Wernicke

Share

Definição Encefalopatia que ocorre secundária à deficiência de tiamina (vitamina B1). Embora a encefalopatia de Wernicke seja reversível com o tratamento, ela pode progredir para a síndrome de Korsakoff e tornar-se irreversível se não for tratada. Fisiopatologia A tiamina é um cofator da enzima piruvato desidrogenase Esta enzima converte piruvato em acetil-CoA Acetil-CoA entra no ciclo de Krebs e o ATP é produzido Sem tiamina, o ciclo de Krebs é interrompido, levando à depleção de ATP, afetando o cérebro e…

0
Read More

Bicarbonato de Sódio no Manejo da Parada Cardíaca

Share

O que sabemos: Assim como todas as medicações na parada cardíaca (p. ex. epinefrina, amiodarona), os benefícios do uso de bicarbonato de sódio têm sido discutidos e debatidos por décadas. Embora esteja claro que o bicarbonato de sódio pode desempenhar um papel importante na ressuscitação de uma parada por hipercalemia, seu papel em pacientes com acidemia, seja ela causa ou consequência da parada, ainda não é claro. Na teoria, aumentar o pH pode ser benéfico, porém, o uso de bicarbonato…

0
Read More

Comparação entre Midazolam IM, Olanzapina, Ziprasidona e Haloperidol para controle de comportamento

Share

Contextualização: Profissionais da emergência frequentemente atendem pacientes agitados que variam da inquietação até a agressividade física e verbal. Agitação é um sintoma, não um diagnóstico, e esses pacientes requerem cuidadosa avaliação para considerar ou descartar condições médicas sérias. Infelizmente, a agitação por si só muitas vezes obstrui essa avaliação e coloca o paciente, outros pacientes e a equipe em risco. Enquanto desescalonamento verbal pode ser efetivo em casos selecionados, administração de medicamentos para controle de comportamento é frequentemente necessária. Numerosas…

0
Read More

Rigidez na boca

Share

Uma mulher de 65 anos da Etiópia está visitando seus netos pela primeira vez na Europa. Ela está em um bom estado geral, é ativa fisicamente e possui uma pequena fazenda em seu país de origem. A paciente nega o uso de qualquer mediação e não se recorda da última vez em que foi a uma consulta médica. Ela relata dificuldade para mastigar iniciada 3 dias após seu desembarque na Inglaterra, descrevendo isso como uma “rigidez na boca”. Pergunta 1:…

0
Read More